domingo, 25 de novembro de 2018

MENSAGEM PELO DIA DOS/AS LEIGOS/ÀS E ENCERRAMENTO DO ANO NACIONAL DO LAICATO



Irmãos e irmãs, recebam toda paz e todo bem da parte de Nosso Senhor Jesus, na unidade do Espírito Santo que nos conduz rumo ao Reino de Deus, nosso Pai.

Somos leigos e leigas e pelo Batismo, integrados a Cristo e sua Igreja, e, confirmados no Crisma, assumimos o compromisso de vivermos como testemunhas de Jesus, continuando sua missão, conforme nosso estado, vocação, identidade e espiritualidade, em comunhão com os ministérios ordenados. Assim, inseridos no mundo, estamos sempre em saída, sendo Igreja, sendo missão para iluminar o mundo e dar sabor às coisas da terra, não sendo deste mundo.

No exemplo de São Francisco de Assis, irmão universal, vivamos a radicalidade do Evangelho tal qual, sendo complexamente simples e simplesmente singulares, imitando Jesus na proximidade constante dos mais pobres.

Encerrando o Ano Nacional do Laicato, a Diocese de Guarabira - PB, confirma o quanto este momento foi significativo, pois, depois de quase 20 anos, foi criado o Conselho Diocesano do Laicato, dentro de um processo amplo, participativo e duradouro de debates. E, das paróquias às foranias e destas ao nível diocesano, tudo foi feito passo a passo, democraticamente, respeitando as especificidades da Diocese, e dentro do paradigma de governo episcopal vigente, com integração pastoral, sem qualquer conflito interno que nos decidisse, e, sobretudo, enriquecendo-nos as diferenças e na diversidade.

Nosso momento inicial foi de organização e articulação interna. Muito trabalho, parcerias, visitas, eventos e formações gerais e específicas. Seguiremos, agora, em abertura à sociedade, integrando-se às inúmeras instâncias de trabalho, promovendo e defendendo a vida, vivendo a experiência do "Bom Samaritano".

Neste ano, além do Conselho Diocesano do Laicato, todas as paróquias criaram seus Conselhos do Laicato, com seus planos de trabalho - em construção -, e integrados à ação pastoral, com foco nas realidades sociais locais, abrindo a Igreja à experiência da missão nos "aerópagos modernos". Fortalecer os Conselhos Paroquiais do Laicato para atuar no âmbito social, a partir das políticas públicas, é parte de nossos objetivos.

Desejamos, nesta mensagem, reafirmar nosso comprometimento com a organização, articulação e intervenção do Laicato junto às diversas realidades que exigem transformação à luz do Evangelho, e conforme a Doutrina Social da Igreja, priorizando as comunidades mais pobres e afastadas.

Que os frutos do Ano Nacional do Laicato continuem animando nossa missão de sermos missão, sendo sal da terra e luz mundo.

Com Maria, Nossa Senhora da Luz, simplicissimamente, no "espírito de minoridade", peço que Deus nos abençoe.

Assis Souza de Moura, irmão leigo da Ordem Franciscana Secular, em função de Presidência, pelo Conselho Diocesano do Laicato.



Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário


segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Programação do Cerco de Jericó 2018



De 18 a 24 de novembro de 2018

05 h. Ministros Extraordinários da Sagrada Eucaristia
06 h. Pastoral da Criança
07 h. Consagrados de Aliança da CDMD e pastoral Familiar
08 h. Postulantado CDMD
09 h. Família Franciscana
10 h. Catequese/ Terço com as mulheres/ Servas por Amor e Coral Mirim
11 h. Semeadores da Fé/Coral Mirim
12 h.Setores
13 h. Pastoral da Saúde
14 h. Coroinhas/ Jailma
15 h. Apostolado da Oração
16 h. Equipe de Liturgia  e Pastoral do Dízimo
17 h. Missas
18 h. Terço das Crianças /IAM /Mãe Rainha
19h. Crisma e PASCOM
20 h. EJC / JUFRA-Setor Juventude/Kairós
21 h. ECC e Adoradores
22 h. Terço com os Homens
23 h. Pastoral da Sobriedade
24 h. Vigília
   
VIGÍLIAS – A PARTIR DE MEIA NOITE
   
Dia 18 – CDMD
Dia 19 – Terço dos Homens e Pastoral da Sobriedade
Dia 20 –Catequese/ crisma/ pastoral do dízimo
Dia 21 – Família Franciscana e Mãe Rainha.
Dia 22 – ECC e Pastoral Familiar
Dia 23 – setor juventude: EJC/ JUFRA/ Kairós

 Horário das Missas durante o Cerco de Jericó

Dia 18- ( Domingo) – 07h/ 19h
Dia 19- ( segunda)-17h
Dia 20- (Terça)- 17h
Dia 21- (Quarta)- 17h
Dia 22- (Quinta)- 17h
Dia 23- (Sexta)- 17h
Dia 24-( Sábado)- 17h

Que neste Cerco nós consigamos derrubar as muralhas que muitas vezes não nos deixa ver Jesus.



segunda-feira, 15 de outubro de 2018

É Missão de todos nós!




Como diz o artista popular Zé Vicente: “É Missão de todos nós. Deus nos chama, eu quero ouvir a sua voz!”
Outubro é dedicado pela Igreja Católica às Missões. De origem no latimmissĭo,ōnis que quer dizer: 'ação de enviar, remessa, missão'. E de acordo com as religiões, Missão é: pregação ou sermão doutrinal; instituição de missionários para pregação da fé cristã; casa ou estabelecimento onde vivem e/ou trabalham os missionários e, às vezes, seus alunos.
Ainda, relacionada à religiosidade, Missão é uma “série de pregações para instrução dos fiéis ou para a conversão de grupos: dirigir uma missão; estabelecimento de missionários”. Assim, temos que missão é seguir Jesus quando diz: Vem e segue-me! (Mc 2, 14). É este o convite feito por Deus para os fiéis batizados.
Todos os batizados são chamados a seguir a Cristo Jesus, vivenciando sua fé na Igreja, fidelizando seu juramento afirmado no Sacramento do Batismo.  
Neste mês das Missões, Deus chama cada um de seus filhos a ser “Sal da Terra e Luz do Mundo (Mateus 5:13)”, levando a Palavra de Deus e a solidariedade a todos os nossos semelhantes.
A Campanha Missionária desse ano tem como Tema: Enviados para testemunhar o Evangelho da paz. E o Lema: “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8). Toda a Igreja é chamada a realizar atividades missionárias no mundo inteiro.
 Neste ano as Pontifícias Obras Missionárias (POM) celebram 40 anos de missão, e a luz do tema “Enviados para testemunhar o Evangelho da paz”, o objetivo do mês missionário é sensibilizar, despertar vocações missionárias e realizar a Coleta no Dia Mundial das Missões, no dia 21, penúltimo domingo de outubro.
Ainda parafraseando Zé Vicente: “Eu levo a luz sigo a Jesus [...]” Eis a missão do cristão batizado.

https://www.letras.com.br/ze-vicente/missao-de-todos-nos

sábado, 8 de setembro de 2018

A Bíblia Sagrada



Bíblia é a Sagrada Escritura. O livro fundamental da religião judaica e cristã. É um conjunto de livros do Antigo e do Novo Testamento, que contém as doutrinas que orientam o comportamento dos cristãos que a consideram como de inspiração divina.
O Antigo Testamento é a primeira parte da Bíblia, que conta a história do povo hebreu. O Novo Testamento narra a continuação da história dos hebreus a partir do nascimento de Jesus.
De origem grega biblion, que significa "livro", "rolo". A palavra “Testamento”, em hebraico berith, significa aliança, contrato, pacto. Daí, o ‘Livro da Aliança’!
A Bíblia foi escrita em três línguas: hebraico, aramaico e grego. O Antigo Testamento, foi escrito em sua maioria, em hebraico e algumas partes em aramaico, já o Novo Testamento foi escrito em grego.
O Antigo Testamento é composto pelo Pentateuco, Livros Históricos, Livros Poéticos e Livros Proféticos. O Novo Testamento é formado pelos Evangelhos, Atos dos Apóstolos, Cartas, e o Apocalipse.
Sendo traduzida em mais de 2.000 idiomas, a Bíblia Sagrada é o livro mais vendido de todos os tempos.
A Bíblia Católica é composta por 73 livros divididos em 46 do Antigo Testamento e 27 do Novo Testamento.
A Igreja celebra setembro como o mês da Bíblia com uma programação reflexiva, de estudos possibilitando mais conhecimento sobre a vida de Cristo e toda a história da cristandade.
Pascom-LD